Dica de documentário sobre algoritmos

Gosto muito de assistir a documentários. É um jeito diferente de aprender – uma opção mais divertida, eu diria. Especialmente quando o tema é diferente, como é o caso dos algoritmos, os documentários podem ser muito úteis. Vejo os documentários como uma economia de tempo e um ponto de partida. Aprendo várias coisas que não conhecia antes e, partindo de um assunto que eu já conhecia, eu abro a porta para diversos outros que são apresentados ao longo do documentário.

Eventualmente me pego procurando alguma opção legal de documentários na Netflix. Como já assisti a vários, nem sempre esta é uma tarefa fácil. Mas a recompensa é encontrar algo que vale a pena – o caso do documentário que hoje indico aqui. O nome dele é “The 

Secret Rules of Modern Living: Algorithms“. Ele está disponível no catálogo canadense da Netflix, não posso dizer em relação a outros países, no caso.

Em aproximadamente uma hora, o apresentador e matemático vai desde a história e origem dos algoritmos até a era moderna. De Euclides a algoritmos que salvam vidas, o documentário dá um panorama geral sobre os algoritmos. Mas o que são algoritmos, afinal? Deixo com vocês a definição do titio Google (que, by the way, tem um dos algoritmos mais lindos de todos os tempos):

algoritmo

substantivo masculino
  1. mat sequência finita de regras, raciocínios ou operações que, aplicada a um número finito de dados, permite solucionar classes semelhantes de problemas.
  2. inf conjunto das regras e procedimentos lógicos perfeitamente definidos que levam à solução de um problema em um número finito de etapas.

A nota dele no IMDB (Internet Movie Database) é 7.5, mas eu daria uns 8.5. Não dou uma nota maior por que ele me deixou querendo assistir mais, querendo mais conteúdo. Não sei se isso é bom ou ruim, afinal, mas eu acho que caberia mais uns 30 minutos ao menos com mais informações.
Sem mais delongas, segue o trailer do documentário produzido pela BBC. Espero que gostem!

One reply to Dica de documentário sobre algoritmos

  1. Eu assisti esse documentario e gostei bastante. Obrigado por compartilhar!
    Realmente fica o gostinho mesmo, porem veio o interesse de quer conhecer mais, não sei se esse foi uns dos objetivos do produtor mas deu essa vontade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *